Cinco Cursos Online Pra Motivar A Carreira Por Menos De

30 Mar 2019 04:33
Tags

Back to list of posts

Saiba Como Escolher Uma Sensacional Entidade De Ensino Superior h1>POR QUE NÃO SE Fazem MAIS Videos E DISCOS COMO ANTIGAMENTE?

<p>Entender &eacute; mais uma das atividades em que focar pela efici&ecirc;ncia &eacute; mais ben&eacute;fico do que na quantidade. GRADUA&Ccedil;&Atilde;O: O Que S&atilde;o Os Cursos De Doutorado? , de acordo com a ci&ecirc;ncia, estudar muito - pr&aacute;tica chamada pelos especialistas de “overlearning” - prejudica o aprendizado. Isso por causa de a intelig&ecirc;ncia das pessoas de relembrar um assunto tem limite proporcionalmente menor &agrave; capacidade de estudo. Pra ampliar a produtividade pela hora de compreender - e minimizar tempo e estresse - o site americano que cataloga universidades Best Colleges compilou in&uacute;meras informa&ccedil;&otilde;es para entender melhor (e menos!), Conhe&ccedil;a A Brasileira Que Est&aacute; Ajudando A Definir Mist&eacute;rio Da Exist&ecirc;ncia Humana pela ci&ecirc;ncia.</p>

<p>Os cientistas come&ccedil;aram a explorar o fen&ocirc;meno psicol&oacute;gico “curva do esquecimento” em 1885. Ainda hoje, continua sendo um fator s&eacute;rio a ser considerado no momento em que se estuda. Especialmente, ele diz que a primeira vez que voc&ecirc; ouve uma aula ou estuda algo novo, tem a melhor chance de reten&ccedil;&atilde;o, de at&eacute; 80%, do que assimilou apenas revendo o tema outra vez dentro de 24 horas. E - b&ocirc;nus - isso tem um efeito cumulativo. Ap&oacute;s uma semana, voc&ecirc; ter&aacute; intelig&ecirc;ncia de reter 100% das mesmas informa&ccedil;&otilde;es depois de s&oacute; cinco minutos de observa&ccedil;&atilde;o. Normalmente, os psic&oacute;logos concordam que este tipo de intervalo estudando - e n&atilde;o estudando - &eacute; o melhor.</p>

<p>Pra otimizar seu tempo de estudo, aproxime-o mais do dia em que voc&ecirc; teve contato com o equipamento do que do dia da prova. Tablets e outros meios eletr&ocirc;nicos s&atilde;o excelentes pra conveni&ecirc;ncia e portabilidade. Contudo, pesquisas sugerem que, no momento em que se trata de aprender pela universidade, os equipamentos impressos tradicionais ainda t&ecirc;m vantagem.</p>

kaboompics.jpg

<p>Al&eacute;m do mais, um professor de psicologia da Universidade de Leicester, na Inglaterra, descobriu que os alunos precisam de mais repeti&ccedil;&atilde;o para aprender no momento em que leem na tela do computador em compara&ccedil;&atilde;o a no momento em que consultam s&oacute; equipamento impresso. Diversos especialistas consideram que a diferen&ccedil;a entre quem aprende veloz e devagar &eacute; a forma como estudam: em vez de memorizar, os alunos mais r&aacute;pidos fazem conex&otilde;es entre as ideias. Chamado de aprendizagem contextual, o processo &eacute; importante e necessita de que cada aluno personalize seus pr&oacute;prios m&eacute;todos de aprendizagem, fazendo conex&otilde;es que relacionem os detalhes para come&ccedil;ar a se introduzir e fazer sentido. Mesmo que isso possa parecer contraintuitivo primeiramente, segundo a ci&ecirc;ncia, faz significado.</p>

<ol>
<li>Dois O Lugar DE Trabalho E O PERIGO DO ADOECIMENTO</li>
<li>Nadia Argumentou</li>
<li>Especialidade Tecnologia da Dica (cadastro de reserva)</li>
<li>32/32 (Carlo Allegri/Getty Images)</li>
</ol>

<p>Preparar-se no momento em que voc&ecirc; est&aacute; mais cansado imediatamente antes de dormir podes de fato auxiliar seu c&eacute;rebro a reter concentra&ccedil;&otilde;es mais altas de habilidades novas, como dizer uma l&iacute;ngua estrangeira ou tocar um aparelho. Existe at&eacute; um termo pra essa finalidade: “sleep-learning” (em portugu&ecirc;s, “aprendizado do sono”). Isto por causa de o procedimento de consolida&ccedil;&atilde;o da mem&oacute;ria est&aacute; em seu melhor momento ao longo do sono “de ondas lentas”.</p>

<p>O que significa que a revis&atilde;o do instrumento antes de dormir podes realmente auxiliar o c&eacute;rebro a reter as informa&ccedil;&otilde;es. Esse mecanismo de entender foi assunto em 2009, no momento em que um professor de psicologia da Escola de Washington em St. Louis publicou um postagem na Psychological Science aconselhando os alunos contra o v&iacute;cio de leitura e releitura.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License